Publicado em Deixe um comentário

Cuidados com suas Orquídeas. Dicas para Florescer!

Cuidados com orquideas

E então você também é amante de orquídeas? Bem vindo ao time, sabemos que seja cultivando em casa ou ao ar livre, amantes de orquídeas verdadeiramente se interessam e se importam com o cuidado especial que elas precisam. E não é em qualquer lugar que é possível encontrar informações realmente completas sobre cuidados com orquídeas. Podemos encontrar um artigo aqui e outro ali, mas sempre falam até certo ponto, impedindo que você conheça com rapidez dicas para cuidar melhor das orquídeas e fazê-las florescerem. Pois nesse artigo vou deixar dicas de como você ter cuidados com sua orquídea e você verá elas florescerem e ficarem vistosas. Confira!

Você sabe que as orquídeas estão entre as flores mais belas de todo o reino vegetal, combinando a aparência exótica com um conjunto diversificado de características. As orquídeas são plantas requintadas, com mais de 30 mil espécies diferentes e mais de 200.000 variedades híbridas, sendo a maior família de plantas no mundo. Capazes de crescer em ambientes fechados e ao ar livre, as orquídeas são, sem dúvida, únicas e, infelizmente, para alguns potenciais cultivadores de plantas, difíceis de cultivar com sucesso. Alguém que espera cultivar orquídeas deve se preparar para ambos os fracassos e triunfos que a criação desta linda variedade vegetal pode trazer.

Cuidados com Orquideas

Devido a essa grande diversificação e especies das orquídeas, muitas práticas podem passar despercebidas, mas são alguns cuidados fazem uma enorme diferença entre as orquídeas que crescem e florescem de forma saudável e as que parecem não florescer nunca. As orquídeas merecem ser tratadas como rainhas, pois, assim como outras plantas, responderão aos cuidados e ficarão lindas, florescendo corretamente e poderão te fazer feliz. Afinal elas embelezam a sua casa, o seu jardim, sua chácara e diversos outros lugares onde elas ocupam.

Para os cuidados com a orquídea devemos ter atenção a fazer as práticas da melhor forma possível, sendo no plantar e replantar, clima e adubação. E se tratando de orquídea cada uma possui diferentes exigências sobre quantas vezes aguar, qual a incidência de luz ideal, como determinar a temperatura, o tipo de recipiente em que se desenvolvem melhor e outros fatores.

Confira abaixo 10 dicas imperdíveis sobre os cuidados especiais com as orquídeas

Dicas de cuidados com as Orquídeas

1 – Vasos onde as orquídeas irão ficar

Prefira os vasos de barro aos de plástico escuro. Apesar de serem mais caros, os primeiros têm mais porosidade e drenam melhor a água. Se optar pelos plásticos, fique de olho nas regas para não encharcar demais a planta.

2 – Cuidados com a base da orquídea

Se a base da orquídea estiver a menos de um dedo da boca do vaso, é preciso trocá-la de moradia. Procure deixá-la dois dedos de altura abaixo da boca do vaso.

3 – Acomodação da orquídea no vaso

Para acomodá-la no novo vaso, repare de qual lado surgem os novos brotos – esta é a frente da orquídea. A parte posterior deve ser encostada em um dos lados do vaso para firmar o desenvolvimento do exemplar.

4 – Troca de vaso da orquídea

Para a troca de vaso, acrescente chips de fibra de coco ou musgo à planta. Este último precisa ser lavado com água para tirar o excesso de areia.

5 – Cortar a orquídea

Antes de cortar a orquídea, esterilize a tesoura (com um maçarico portátil ou no fogão). Deixe esfriar para depois usá-la.

Importante: repita a operação antes de mexer com outra orquídea para evitar a transmissão de doenças.

6 – Descarte de folhas

Quando descartar uma folha, passe canela em pó no local do corte. O ingrediente é um cicatrizante natural.

7 – Manchas na folhagem

Manchas na folhagem podem ser amenizadas com fumo de corda. Ferva o fumo em água por uma hora até que vire uma solução concentrada, que deve ser diluída em água. Borrife sobre as folhas repetidas vezes, até que dê resultado.

8 – Cochonilhas e pulgões nas folhas

Cochonilhas e pulgões podem ser eliminados das folhas com sabão de coco. Use uma escova para esfregar as folhas.

9 – Coloração nas folhagens

Repare na coloração da folhagem. Se estiver escura, mude a orquídea de local. Quanto mais contato com a luz, mais ela irá florir.

10 – Identificação das orquídeas

Instale plaquinhas plásticas de identificação em suas orquídeas. Além do nome da espécie, anote o período de sua última floração. A próxima florada pode ser estimulada com NPK 10 30 20, que tem mais concentração de fósforo.

Caso queira mais dicas sobre orquídeas disponibilizamos um ebook gratuito para ser baixado com as seguintes orientações:

– Qual o clima correto para as orquídeas crescerem de forma saudável;
– Como adubar sem prejudicar a planta, evitando pequenos imprevistos;
– Como plantar a orquídea de forma correta e delicada;
– Escolher vaso ou pote? Uma dúvida muito comum;
– E muito mais conhecimento para você.

Para o download basta clicar no link ou na imagem abaixo: Dicas para os cuidados das orquídeas

Ebook Dicas para os cuidados das orquídeas

Essas são respostas necessárias para aprender a preservar uma planta tão valiosa como a orquídea. Como apresentam muitíssimas e variadas formas, cores e tamanhos, não florescem com cuidados genéricos. Cada uma exige uma prática que irá suprir tudo que precisa para crescer de forma saudável. E quem não ama uma orquídea bem cuidada?

Espero que essas dicas sirvam como Norte para você alcançar seus objetivos com a planta. Você também pode compartilhar esse e-book com pessoas que possuem o mesmo interesse. Certamente, irão adorar e conseguir novos resultados no cuidado com as orquídeas.

Para finalizar, lembre-se: as orquídeas são um símbolo de amor e beleza. Elas são fáceis de crescer, mas ainda exigem cuidados como estes, e podem morrer se não forem atendidos adequadamente. Para aprofundar no assunto você poderá adquirir o ebook Guia Completo sobre Orquídeas para Iniciantes clicando no banner abaixo.

Guia Completo sobre Orquídeas para Iniciantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *